Preços sobem acima das expectativas

São Paulo, 26 de Março de 2013.

ECONOMIA & FINANÇAS

Por Prof. Thiago Flores*

Preços sobem acima das expectativas

 

Segundo o IBGE, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) variou 0,49% em março, inferior à taxa de 0,68% de fevereiro. Já o IPCA-E (IPCA-15 acumulado nos meses de janeiro, fevereiro e março) foi de 2,06%, bem acima do resultado de igual período de 2012 (1,44%). Considerando os últimos 12 meses, o índice situou-se em 6,43%, também acima dos 12 meses anteriores (6,18%). Em março de 2012, a taxa havia ficado em 0,25%. A forte redução dos efeitos da alta sazonal do grupo educação (de 5,49% em fevereiro para 0,50% em março) fez a taxa do IPCA-15 baixar de 0,68% para 0,49% de um mês para o outro.

O grupo das despesas pessoais (de 1,15% em fevereiro para 0,51% em março) também perdeu força. Isso porque a variação nos preços dos cigarros passou de 5,70% de fevereiro para 0,03% em março. Já o item empregado doméstico se manteve em alta, com 1,53%.

Outros quatro grupos de produtos e serviços (alimentação e bebidas, artigos de residência, transportes e saúde e cuidados pessoais) também mostraram desaceleração na taxa de crescimento de preços.

Tanto os produtos alimentícios (de 1,74% em fevereiro para 1,40% em março) quanto os não alimentícios (de 0,35% para 0,20%) tiveram resultados inferiores àqueles registrados no mês anterior.

O grupo alimentação e bebidas, que continuou mostrando aumento expressivo de 1,40%, apesar da desaceleração, deteve 0,34 ponto percentual do índice, ficando responsável por 69% dele. Vários produtos importantes na despesa das famílias ficaram mais caros, como o feijão carioca (11,68%), ovos (7,66%), farinha de trigo (6,33%), farinha de mandioca (5,72%), frutas (2,54%), macarrão (2,42%), frango (1,80%), e pão francês (1,77%), além da refeição fora (1,23%).

Mas o principal impacto individual no índice do mês veio do grupo transportes. Foi a gasolina, cujo preço do litro subiu 2,34%, que gerou impacto de 0,09 ponto percentual. Após a variação de 1,96% em fevereiro, totalizou 4,35% de aumento ao consumidor nos dois últimos meses, resultado do reajuste de 6,60% no preço do litro nas distribuidoras em vigor a partir do dia 30 de janeiro. Em março, ficou mais caro também o litro do etanol, com variação de 3,89%, assim como o óleo diesel, que subiu 3,16%. Mesmo assim o grupo transporte (de 0,46% para 0,32%) cedeu de fevereiro para março, influenciado pelas passagens aéreas, cuja queda chegou a 16,41%.

Artigos de residência (de 0,82% em fevereiro para 0,40% em março) e saúde e cuidados pessoais (de 0,78% para 0,42%) foram grupos que também apresentaram redução na taxa de crescimento de um mês para o outro.

Já o grupo habitação (de –2,17% em fevereiro para –0,70% em março) caiu menos de fevereiro para março. Isto porque o valor da conta de energia elétrica ficou 5,32% mais baixo em março, enquanto em fevereiro a queda chegou a 13,45%, o que significa que as contas ficaram 18,05% mais baratas nestes dois últimos meses como reflexo da redução de 18% no valor das tarifas em vigor a partir de 24 de janeiro.

Os grupos vestuário (de 0,01% em fevereiro para 0,48% em março) e comunicação (de 0,08% para 0,27%) também mostraram resultados acima daqueles registrados em março.

Dentre os índices regionais, o maior foi registrado em Fortaleza (0,87%), em razão, da alta de 2,18% nos preços dos alimentos. O menor foi o índice do Rio de Janeiro (0,25%).

 

* Thiago Flores é Administrador – EAESP-FGV, Mestre em Economia de Negócios – EESP – FGV, Mestre em Finanças – IBMEC/INSPER – SP, Professor de Pós-Graduação e Consultor de empresas e CFO à FF Consult ®

www.ffconsult.com

ffconsult@ffconsult.com

twitter.com/FF_Consult

www.facebook.com/FFConsult

ffconsult.blog.com

consultoriaonline.blog.com

ffconsultoriaonline.blogspot.com

www.youtube.com/user/FFConsult2011

Skype: FF_Consult

 

 

Key-words

governança corporativa, controles internos, mercado de capitais, treinamento,  educação corporativa, consultoria online, construção civil, operações estruturadas, serviços especializados, prefeituras, estados, empresas, project finance,  mercado de capitais, ipo, m&a, tributos, operações financeiras estruturadas, gestão empresarial, análise,  planejamento estratégico, planejamento financeiro, gestão financeira, gestão de caixa, métricas avançadas de análise, projeção de fluxo de caixa, antecipação de recebíveis, contratuais, não-contratuais,  capital de giro, recuperação, reestruturação empresarial, renegociação de dívidas, otimização do custo de capital, estruturação de negócios, captação, soluções estratégicas, soluções customizadas, implementação de controles internos, ferramentas avançadas de gestão, analise de projetos, elaboração de projetos, business plan, valuation, estudos de viabilidade, terceirização, terceirização do financeiro de sua empresa, governança corporativa, controles internos, mercado de capitais, treinamento, educação corporativa, construção civil, controladoria, plano de sucessão, operações financeiras estruturadas, gestão empresarial, análise e planejamento estratégico & financeiro, gestão financeira e de caixa, métricas avançadas de análise e projeção de fluxo de caixa, antecipação de recebíveis contratuais e não-contratuais & capital de giro, recuperação & reestruturação empresarial, renegociação de dívidas com otimização do custo de capital, estruturação de negócios com captação, soluções estratégicas customizadas, implementação de controles internos & ferramentas avançadas de gestão, analise & elaboração de projetos (business plan), valuation e estudos de viabilidade, terceirização do financeiro de sua empresa; governança corporativa, controles internos e mercado de capitais, treinamento & educação corporativa, construção civil, operações estruturadas, estruturação de negócios, estruturação de projetos construtivos, serviços especializados para prefeituras, estados ou empresas, project finance, mercado de capitais, ipo e m&a, tributos – prefeituras e empresas, treinamento & educação corporativa, controladoria, plano de sucessão, recuperação e reestruturação empresarial, projetos de turnaround, recuperação judicial e extra-judicial, gestão integrada, gestão administrativo-financeira, gestão estratégica, oferta inicial de ações, co-gestão, compra & venda de empresas, captação de recursos internos e externos, estruturação de negócios, operações nacionais e internacionais, constituição, colocação e administração de fundos, debêntures, avaliação de empresas (valuation), implementação de controles internos, funding, elaboração e estruturação de projetos

Autor: Thiago Flores - FF Consult

*Thiago Flores é Administrador – EAESP-FGV, Mestre em Economia de Negócios – EESP – FGV, Mestre em Finanças – IBMEC/INSPER –SP, Consultor de empresas e CFO à FF Consult ® www.ffconsult.com ffconsult@ffconsult.com twitter.com/FF_Consult www.facebook.com/FFConsult ffconsult.blog.com www.youtube.com/user/FFConsult2011