As 48 leis do poder – Lei 5 – Muito depende da reputação, dê a própria vida para defendê-la

Não deixar que ninguém, nem nada, abale a confiança que todos tem em você. Construir uma fama que permita que você atue apenas pelo seu prestígio, evitando ter que realmente sujar as mãos com trabalho. Discutamos a quinta lei do poder.

Não deixar que ninguém, nem nada, abale a confiança que todos tem em você. Construir uma fama que permita que você atue apenas pelo seu prestígio, evitando ter que realmente sujar as mãos com trabalho. Ser conhecido e reverenciado antes de sua chegada em qualquer lugar. Ter pessoas que o querem como amigo, apenas para tomar emprestada sua fama… Essas são algumas das sugestões do livro no tocante à fama.

A reputação é a pedra de toque do poder. Com a reputação apenas você pode intimidar e vencer; um deslize, entretanto, e você fica vulnerável, e será atacado por todos os lados. Torne a sua reputação inexpugnável. Esteja sempre alerta aos ataques em potencial e frustre-os antes que aconteçam. Enquanto isso aprenda a destruir seus inimigos minando as suas próprias reputações. Depois, afaste-se e deixe a opinião pública acabar com eles.

Sílvio Meira alerta em seu blog diversas vezes para a incapacidade de esquecer do mundo atual. Uma vez escrito, publicado na internet, não há volta, está gravado para sempre, seja em caches do se searches engines como o Google, seja por republicação em outros sites. Se por um lado este é um aspecto muito interessante, por outro traz uma incrível incapacidade de desvio de qualquer deslize, que terão consequências duradouras, indeléveis.

Nos últimos dias, tivemos dois exemplos de como isso pode ser verdade. A Sasha, filha de Xuxa, escreveu uma palavra de forma errada no Twitter. A cantora Vanusa errou o hino nacional. Por anos que se passem, estas duas histórias serão facilmente lembradas, revividas, discutidas. Ainda que Sasha e Vanusa venham a comportar-se de modo a não cometer erros tão graves, dificilmente terão suas vidas ilesas destes acontecimentos. Sasha terá 60 anos, e poderá entrar em um website que trará a palavra mal escrita e diversas reações ao acontecido. Não será surpreendente se, aos 60 anos, Sasha for interpelada por um adolescente lembrando-se do seu erro na própria adolescência.

Por outro lado, a fama e o poder do marketing viral é moda. Todos querem um pedaço de um bolo do dinheiro que isto movimenta, pois é enorme o lucro conseguido ao lançar ao estrelato empresas, pessoas ou produtos. Tráfego em website pode significar milhões de dólares na conta de seus proprietários. Mas dominar esta técnica, para que a fama seja trazida de forma a agregar à imagem que o produto, empresa, ou mesmo pessoa queira dominar é difícil e requer muito trabalho – trabalho em tempo integral.

Considero como trabalho em tempo integral pois a pessoa terá obrigatoriamente de viver aquilo que prega. Com a intimidade cada vez mais revelada em sites sociais, é impensável uma dissociação entre o grande público que vê tudo e a vida real e social de cada um. De certa forma, os tempos atuais revelam estruturas mais complexas para se chegar ao estrelato, porém um número cada vez maior de formas de fazê-lo. E uma dificuldade crescente em se manter no topo.

Como sempre, acho exageradas as palavras do livro quando usa expressões como “aprenda a usar a sua fama para destruir inimigos”. Talvez o maior problema seja ter inimigos… Será necessário? Acredito que não… será possível viver sem construí-los? Talvez não, mas que é um objetivo valioso, creio que é.

Discuta este tópico em gerenciando.com.br, neste link

Autor: Guilherme

Meu nome é Guilherme Silva, estou com 28 anos, tenho um filho que recentemente comemorou seu primeiro aniversário. Casado, morando em Porto Alegre, cursei engenharia mecânica, fiz MBA em gerenciamento de projetos e hoje faço pós-graduação em economia. Sou certificado PMP pelo PMI. Trabalho atualmente como consultor em gerenciamento de projetos pela empresa Conduta ( www.conduta-ti.com.br ), prestando serviços para o site Terra ( www.terra.com.br ). Contatos para qualquer finalidade, podem ser feitos através de meu e-mail guilherme@cerneprojetos.com.br. Outra maneira de entrar em contato comigo é através do site linkedin. Meu perfil está disponível através do link abaixo: http://www.linkedin.com/in/guilhermessilva

  • Guilherme,

    Como vai, tudo bem? Eu não li o livro citado mas, pelo seu artigo, ele parece ser (na melhor das hipóteses) polêmico.

    Tocar em questões como fama e marketing pessoal é muito delicado. Minha opinião? Inimigos são necessários e, sabendo utilizá-los na medida certa, eles tornar-se-ão instrumentos de aprendizado; nem que seja pelo erro.

    P.S.: Estou aguardando seu e-mail sobre a parceria.

    Um abraço,